Em Niterói, Vôlei Futuro deixa a partida após atletas passarem mal

O Vôlei Futuro, time masculino de vôlei de Araçatuba, precisou deixar a partida contra a equipe de Niterói, no Rio de Janeiro, após uma sucessão de jogadores passarem mal por causa do forte calor que fazia dentro do ginásio do Colégio Plínio Leite.


Alguns dos atletas, começaram a passar mal logo no segundo set. O ponteiro Leonardo sentiu tontura e teve de ser substituído. Já o central Caio, queixou de câimbras no posterior da perna, e agravante a isso, os atletas começaram a desidratar, tendo uma sudorese (excesso de suor). Consequentemente, o jogo precisava ser paralisado várias vezes para que fosse enxugado a quadra, que tinha uma superfície muito lisa, diferente do carpete ideal para o voleibol, o para Flex.


O oposto Luís, também passou mal, e o levantador Erick, precisou sair de maca, após sentir fortes câimbras abdominais. Foi necessário, que a equipe do SAMU prestasse atendimento para alguns jogadores.


Com as ocorrências dos atletas, e a falta de ventilação natural e artificial do ginásio, acarretando nas condições de continuar a partida, a delegação do Vôlei Futuro decidiu retirar a equipe de quadra, por péssima condição de jogo.


Foi pedido, antes da decisão, que fosse medido a temperatura interna do ginásio, que dentro das regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), a máxima não poderia exceder os 25ºC. Entretanto, não havia os recursos para a medição da temperatura.


O VF, deixou a partida no quarto set. A equipe de Niterói vencia por 2 sets a 1 e 20-16, quando foi paralisada a partida. Em consequência, a equipe adversária venceu por WO (3 a 0), com a retirada do elenco de quadra.


O Vôlei Futuro volta a jogar no próximo sábado (12), às 18h, contra a equipe de Juiz de Fora. O jogo acontecerá no Colégio Academia, em Juiz de Fora, Minas Gerais.



7 visualizações0 comentário